segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Virgem da Guia Padroeira de Araguapaz

    A história da humanidade é marcada por encontros. No encontro de Maria com o anjo Gabriel o verbo de Deus se faz carne a habita no meio de nós! O encontro do menino Deus com o mundo muda todo o curso da história do povo que antes anda nas trevas, mas que agora podem visualizar o clarão de uma grande luz.
    Um nascente povoado, situado no agreste goiano, no sonho de construir sua história, encontra-se com os desígnios de Deus! Assim, Dolzane de Paula Bastos e Joaquim Pereira de Farias, no sonho de uma nova cidade doam três alqueires de terra para que ali fosse construída uma igreja. A 03 de maio de 1961 o povo da região conhecida como Cavalo Queimado recebe a honrosa visita do Monsenhor Monteiro Barbosa, que levanta o primeiro cruzeiro, como marco fundamental do lugar e ai celebra a primeira missa. Hoje, o pequeno povoado é a cidade de Araguapaz, colocada sob a proteção materna de Nossa Senhora da Guia.
    A Igreja celebra a 15 de Agosto a solenidade da Assunção de Maria Santíssima. A mesma Virgem assunta ao céu, é invocada com o título de Senhora da Guia que pelo carinho e devoção do povo tornou-se a Padroeira da Cidade. O Decreto Nº 2532/11, de 02 de Agosto de 2011 "Declara Feriado Municipal" a data de 15 de Agosto "em razão da comemoração do Dia da Padroeira de Araguapaz - Nossa Senhora da Guia". É um dia de júbilo para a comunidade Católica de cidade, dia de oração pela Paróquia e por seus fiéis; dia de elevar uma prece pela cidade, seu povo e seus governantes.

   Como parte das comemorações, a imagem da Padroeira percorrerá as ruas da cidade em carreata lembrando que a cidade e o povo de Araguapaz são consagrados a Deus e protegido por Maria Santíssima, Assunta ao céu e Senhora da Guia.

Para saber mais:
Brasão da cidade de Araguapaz
                                               
O Brasão, um dos símbolos oficiais mais importantes da cidade trás as marcas da devoção de seu povo  ao apresentar os contornos da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia. O povoado que nasceu a sombra do cruzeiro continua hoje sendo protegido pela Virgem Mãe que não deixa de interceder junto de Deus por cada um de seus filhos.

O Decreto que institui " O Feriado Municipal da Padroeira da Cidade" declara ainda: "Art. 2º - Deverão permanecer fechados todos os estabelecimentos de ordem comercial, industrial, prestacional e bancários, de origem pública ou privada instalados neste município."  


Nenhum comentário:

Postar um comentário